Voltar ao site

UNESCO no Brasil participa de projetos em apoio a comunidades afetadas pela crise causada pela pandemia

Iniciativas da CUFA e da Ação da Cidadania chegarão a comunidades de todo o país e terão apoio de diversos artistas na divulgação

· Notícias,Na Mídia

Fonte: Unesco

Como parte de seus esforços emergenciais para ajudar a mitigar as consequências causadas pela COVID-19 no país, a UNESCO no Brasil irá contribuir com ações e projetos que visam ao atendimento de comunidades e pessoas em situação de vulnerabilidade. Em parcerias com a Central Única das Favelas (CUFA) e com a ONG Ação da Cidadania, realizará projetos comunitários em vários estados, particularmente em comunidades dos centros urbanos.
 
A UNESCO apoiará a CUFA no projeto "Mães da Favela". A iniciativa tem como objetivo fornecer apoio a famílias lideradas por mulheres que tiveram sua renda afetada pelo surto de COVID-19. Até o momento, o programa já beneficiou cerca de 500 mil famílias em 5 mil comunidades, alcançando quase 2 milhões de pessoas. Já foram mais de 6 milhões de toneladas de alimentos e um total de R$ 60 milhões investidos em "vales-mães" e em cestas básicas distribuídas em todo o país.

O Mães da Favela quer aumentar o engajamento da sociedade e ampliar a capacidade de atendimento a mães de outras favelas brasileiras. O projeto vai lançar uma campanha em rede nacional, com a participação de embaixadoras da iniciativa e artistas renomadas, como Daniela Mercury, Iza, Claudia Leite, entre outras. Em apoio à campanha, a cantora Anitta fará um show ao vivo, no Dia das Mães (10), por meio de uma live, quando serão anunciadas estratégias de captação de doações que serão revertidas integralmente para o programa.

Outra parceria em destaque é com a ONG Ação da Cidadania. O objetivo é intensificar a distribuição de alimentos por todo o país, sobretudo para famílias atingidas pelos impactos da grave crise de saúde. A parceria contará com o apoio estratégico da Cátedra UNESCO Dom Hélder Câmara de Direitos Humanos da Universidade Católica de Recife (Unicap) e da Fundação Renova para a indicação de grupos em situação de risco e a coordenação de esforços de doação e entrega de alimentos.

“É um privilégio para a UNESCO apoiar o trabalho da CUFA e do projeto Mães da Favela. São mobilizações que levam ajuda rápida e efetiva a quem realmente mais precisa, neste momento em que precisamos agir rapidamente para alcançar tantas famílias em situação de vulnerabidade”, afirma Marlova Jovchelovitch Noleto, Diretora e Representante da UNESCO no Brasil.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK