Voltar ao site

CNBB, AÇÃO DA CIDADANIA E A CÁRITAS UNIDAS NO COMBATE À FOME PROVOCADA PELO AVANÇO DA COVID-19

Na primeira etapa serão distribuídas 9.354 cestas em 10 estados. A parceria faz parte da Ação Solidária Emergencial “É Tempo de Cuidar”

· Notícias,Na Mídia

A partir de agora a organização não governamental Ação da Cidadania, fundada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em 1993, e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estarão juntas no combate à fome em tempos de coronavírus. A Ação inicia doação de 130 toneladas de alimentos não perecíveis para as dioceses brasileiras, em várias partes do país. Numa primeira etapa serão distribuídas 9.354 cestas a 10 estados do Brasil (veja na tabela abaixo). A parceria faz parte da Ação Solidária Emergencial “É Tempo de Cuidar”, desenvolvida pela CNBB e Cáritas Brasielira desde 12 de abril.

Com quase 500 toneladas de alimentos organizadas em cestas básicas. 63.619 mil refeições distribuídas sobretudo à população de rua, migrantes e refugiados. Mais de 135 mil pessoas beneficiadas no Brasil. Esses são os números atualizados da Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil “É Tempo de Cuidar”. Até o momento foram registradas 139 ações de solidariedade, que envolveram o serviço direto de 59 dioceses espalhadas em centenas de cidades no Brasil.

De acordo com o secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, o Coronavírus pôs às claras a triste realidade da fome em todo o mundo. Revelou quem já padece cronicamente da fome e inseriu muitos outros na mesma condição. Enquanto se busca desesperadamente um remédio contra o vírus, a solidariedade se manifesta como caminho para o enfrentamento da fome. Essa solidariedade passa pela união de pessoas e instituições”.

Ele prossegue: “Um mundo diferente está sendo gerado em meio à pandemia, um mundo sem ódio, divisões, exclusão e fome. Nesse mundo, compaixão e fraternidade haverão de ser princípios básicos, para os quais não é preciso esperar o fim da pandemia. Podemos começar já agora.

Para Daniel de Souza, presidente do Conselho da Ação da Cidadania, a parceria com a CNBB, amplia a rede da Ong fundada por seu pai, Betinho. “Eles trabalham no interior e em locais de difícil acesso e, por isso, é fundamental para nós. A CNBB fez um levantamento junto aos seus regionais e já apresentou uma proposta de distribuição das cestas:

Sobre a Ação da Cidadania - Fundada pelo Sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em 1993, formou uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza.

É um movimento social que nasceu baseado em um conceito simples: “Solidariedade, todos nós podemos”. Entre 1993 e 2019 foram arrecadadas mais de 33.000 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando mais de 3.500.000 famílias com o equivalente a 132.000.000 de pratos de comida distribuídos desde 1993.

Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada em todo o país, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais, especialmente nos Objetivos do Desenvolvimento Social 1 (Erradicação da Pobreza), 2 (Fome Zero) e 10 (Redução de Desigualdades).

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK