Voltar ao site

Ação da Cidadania entrega alimentos não perecíveis para índios abandonados pela Funai

· Notícias

Matéria publicada em Folha de Dourados

Criada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, a ONG Ação da Cidadania entrega neste sábado (22), em Dourados, no Mato Grosso do Sul, 10 toneladas de alimentos não perecíveis para mais de 2.100 famílias indígenas Guarani e Kaiowá, localizadas em áreas de retomada ou em acampamentos às margens de rodovias locais. Famílias destas etnias estão, desde o início do ano, sem receber a ajuda de cestas básicas que eram fornecidas regularmente pela CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento) com apoio da Funai. Os alimentos serão entregues a partir de um caminhão que chegará de Minas Gerais.

 

Desde o início de 2020 a Funai parou de ajudar inviabilizando a distribuição de alimentos essenciais para a sobrevivência destas famílias colocando-as em risco grave de insegurança alimentar. São crianças, mulheres e idosos abandonados por conta de uma disputa política e judicial provocada pelo governo federal. "Quando chegou a nós a notícia do absurdo que está ocorrendo com os índios em MS, imediatamente entramos em contato com o MPF local para entender como podíamos ajudar. Uma imensa rede de solidariedade de entidades locais se juntou para nos ajudar a fazer chegar cestas para estas famílias vergonhosamente deixadas de lado pelo poder público. Usar a fome como instrumento para forçar uma decisão é das coisas mais desumanas que vi nos últimos tempos, coisas dos tempos sombrios que vivemos nestes últimos anos." diz Rodrigo Afonso, Diretor Executivo da Ação da Cidadania.

 

A Ação da Cidadania tem se consolidado ao longo dos últimos anos como entidade de apoio a vítimas de tragédias como as de Mariana e Brumadinho, além das chuvas ocorridas em 2018 e 2019, enviando centenas de toneladas de alimentos para apoiar as vítimas destas tragédias.

Entidades locais apoiando a distribuição:

1) CENTRO DE DEFESA DA CIDADANIA E DOS DIREITOS HUMANOS MARÇAL DE SOUZA - TUPÃ I

2) CUT/MS

3) MST/MS

4) CONSELHO ESTADUAL DE DEFESA DOS DIREITOS DA PESSOA HUMANA DE MATO GROSSO DO SUL – CEDHU/MS

5) UFMS

6) DPU

7) RENAP/MS

8) JURISTAS PELA DEMOCRACIA DO MS

9) CEBI MS

10) MPF

11) COLETIVO TERRA VERMELHA

12) CIMI/MS

13) Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)

14) Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB - Dourados)

15) Apoms- Associação dos Produtores Orgânicos do Mato Grosso do Sul

16) FPSAN - Frente Parlamentar Estadual em Defesa da Segurança Alimentar e Nutricional da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

17) Comissão Regional de Justiça e Paz - MS

18) - Núcleo de Defesa e Assessoria Popular

19) Conselho Indigenista Missionário

20) - Comissão Pastoral da Terra – CPTMS

Serviço:

Local da entrega de alimentos não perecíveis:

CENTRAL REGIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS HORTIFRUTIGRANJEIROS ORGÂNICOS DE MS - (Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul).

Barracão de 450 m² Endereço: Rua Mozart Calheiros (Antiga W5), quadra 6, Bairro Izidro Pedroso, DOURADOS/MS – CEP 79840-330

Data da entrega: 22/02/2020, sábado, horário a confirmar:

0bs – alimentos chegarão transportados de caminhão, vindos de Minas Gerais

Sobre a Ação da Cidadania

Fundada pelo Sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em 1993, formou uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza.

É um movimento social que nasceu baseado em um conceito simples: SOLIDARIEDADE, TODOS NÓS PODEMOS. Entre 1993 e 2019 foram arrecadadas mais de 33.000 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando mais de 3.500.000 famílias com o equivalente a 132.000.000 de pratos de comida distribuídos desde 1993. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada em todo o país, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais, especialmente nas ODS’s 1 (Erradicação da Pobreza), 2 (Fome Zero e 10 (Redução de Desigualdades).

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK