Return to site

Plenária de organização do NSF

Líderes comunitários discutiram as diretrizes do Natal Sem Fome

· Notícias

Diante do desmonte das políticas públicas de segurança alimentar e do congelamento dos investimentos em programas sociais, o Brasil vai voltar em breve a ilustrar o Mapa da Fome da ONU. Por isso a Ação da Cidadania trabalha com as lideranças comunitárias que fazem parte da rede de voluntários no Estado esse tema de fundamental importância neste cenário.

Às vésperas de lançar a campanha Natal Sem Fome (que será no dia 13 de outubro no Aterro do Flamengo), que arrecada alimentos em todo o Brasil que são doados à famílias em situação de insegurança nutricional, a Ação da Cidadania realizou uma roda de conversa sobre Políticas Públicas de Combate à Fome e à Insegurança Alimentar com 200 líderes comunitários que atuam em áreas de risco social.

O encontro aconteceu na sede da instituição, Região Portuária do Rio, no dia 14 de setembro. Entre os temas, foram trabalhados a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan), o direito de toda a população ao acesso regular e permanente de alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer outras necessidades essenciais, tendo como base práticas alimentares promotoras de saúde que respeitem a diversidade cultural e que sejam ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis.

Os compromissos assumidos pelo Governo Federal desde 2003, ao objetivar o combate à fome e à miséria no país, trilharam a construção da agenda da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) como uma política de Estado, num amplo processo intersetorial e com participação da sociedade civil, definindo os marcos legais e institucionais dessa agenda – como a criação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan); a recriação do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea); a instalação da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) e a elaboração do Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Plansan).

Todas essas políticas, fundamentais para tirar o país do Mapa da Fome em 2014, estão sendo desmanteladas pelo atual Governo Federal, o que colocará de volta a situação de miséria milhões de famílias em todo o Brasil.

Depois de uma explanação inicial sobre esses assuntos realizada pela Coordenadora de Ações Sociais da Ação da Cidadania, Ana Paula Souza, o público se dividiu em grupos com aproximadamente 10 pessoas para discutir os objetivos do Natal Sem Fome e as possíveis soluções para o problema da fome no país.


O encontro terminou com um lanche coletivo preparado pelos próprios voluntários presentes.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK