Comitês em Ação

Entrega de alimentos arrecadados no OcupAção em Caxias

Famílias que receberam cestas básicas conversam sobre a origem da fome

Foram 25 toneladas de alimentos arrecadados durante o OcupAção, evento realizado pela Ação da Cidadania para lembrar os 20 anos da morte de seu fundador, o sociólogo Herbert de Souza.

O resultado da arrecadação foi divido entre os funcionários públicos estaduais que estão sem salário e líderes comunitários participantes da rede Ação da Cidadania, que fizeram a distribuição para famílias em situação de risco alimentar.

Maria Chocolate é uma dessas lideranças, que tenta mudar a realidade à sua volta desde os 13 anos de idade. Atuante em Parque João Pessoa, município de Duque de Caxias, tem uma biblioteca comunitária que oferece atividades de incentivo à leitura para crianças e adolescentes da região. Chocolate é referência na comunidade, sempre procurada para dar orientações sobre os mais diversos problemas que os moradores enfrentam.

Quando foi entregar as cestas básicas para as famílias, realizou uma roda de conversa na qual abordou a volta do Brasil ao mapa da fome. Por que falta alimentos nas dispensas daquelas pessoas? A distribuição desigual de renda e comida no mundo é obra do acaso ou possui origem política e histórica?

Além de instigar esta reflexão, o grupo conversou sobre estratégias que podem ser adotadas em conjunto de combate à miséria. A falta de alimentos nos pratos de milhões de famílias não pode ser considerado algo normal, tampouco um problema sem solução.

A distribuição de cestas básicas não é a saída, é uma ação emergencial que oferece um alívio e pode ser usada para estimular o pensamento crítico entre aqueles que a recebem.

Notícia publicada em 21.09.2017