Comitês em Ação

Cultura em Debate

Coletivo Movimentos pela Cultura promove Seminário sobre políticas públicas na área cultural

Rio de Janeiro, 25 de agosto de 2017 – Com apoio da Ação da Cidadania, o Coletivo Movimentos Pela Cultura promove neste sábado, 26/08, a partir das 9h, no Centro Cultural Ação da Cidadania, na Saúde, o seminário Cultura em Debate, que reunirá trabalhadores da cultura e interessados em formular políticas públicas para o setor. Entre os participantes estão Raphael Vidal, escritor, produtor e gestor cultural, idealizador da Casa Porto; o cineasta e produtor Cavi Borges, da Cavideo; Adriana Schneider, diretora, atriz, pesquisadora de teatro e integrante do Grupo Reage Artista; Ligia Veiga, atriz e diretora da Grande Cia Brasileira de Mysterios e Novidades; o diretor teatral e membro do Conselho Estadual de Cultura, Reinaldo Santana, e Daniel Souza, presidente do Conselho da Ação da Cidadania.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no dia ou através das redes sociais no link: https://www.facebook.com/events/621515128236445 

Programação e Serviço:

Local: Galpão da Ação da Cidadania (Av. Barão de Tefé, 75 – Saúde)
Data: 26/08/2017
Hora: de 9h às 17:30

# Café da manhã / inscrições (das 9h às 10h)

>> Mesa de abertura: (das 10h às 11h): Cultura como Direito

>> Roda de Discussão: (das 11h às 12:30h): Sustentabilidade de projetos culturais

# Almoço (das 12:30h às 14h)

# Rodas de Discussão: (das 14h às 16:30h)

>> Patrimônio e Memória - Nossos legados materiais e imateriais, o que queremos preservar e como; educação patrimonial e inventários participativos.

>> Fomento à Cultura - O fomento às linguagens e à cultura dos territórios, o estímulo à sustentabilidade das iniciativas.

>> Espaços Culturais - Envolve equipamentos, infraestrutura e gestão, mas também os espaços públicos e sua utilização.

>> Formação e fluxos - A inserção das crianças nas atividades artísticas e culturais, a formação de profissionais, os intercâmbios, mediação cultural, formação de plateias e o fluxo da cidade.

>> Estado e Participação Cidadã - estímulo à participação social na elaboração de leis e seu acompanhamento, orçamento participativo, sistema de informações e indicadores culturais, a cidade no SNC: Conselho, Plano e Fundo Municipal da Cultura.

>> Roda final para reunir todas as discussões em um documento com resumo das reinvindicações e sugestões da sociedade civil. (das 16:30h às 17:30h)

Sobre o Coletivo Movimentos pela Cultura

Grupo de trabalhadores da cultura em movimento de articulação, mobilização, estudo, conhecimento e luta para pensarmos em políticas públicas para a Cidade/Estado/País, ampliando assim o diálogo entre a sociedade civil e o poder público.

Sobre a Ação da Cidadania

Nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza.

Um movimento social que nasceu em 1993 baseado em um conceito simples: SOLIDARIEDADE, TODOS NÓS PODEMOS.

Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias.

Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Hoje, 24 anos depois, a fase mais crítica da erradicação da fome no Brasil está encaminhada e que o problema se transformou em política pública prioritária do governo federal, esta valiosa rede nacional deseja ampliar sua atuação em direção à garantia dos Direitos Humanos

Notícia publicada em 25.08.2017