Comitês em Ação

Consea Rio faz moção de apoio à Ação da Cidadania

Conselho é favorável a permanência da Ação no prédio Docas D. Pedro II

O Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Município do Rio de Janeiro faz moção de apoio à Ação da Cidadania. Como é sabido, a secretaria de cultura quer despejar a instituição do galpão que ocupa desde 2000, cuja permanência foi responsável pela manutenção e reforma do prédio que estava em precário estado de conservação.

O galpão das Docas Dom Pedro II foi construído em 1871 pelo primeiro engenheiro negro em atuação no Brasil, André Rebouças, e fica em frente ao Cais do Valongo, porto de chegada de centenas de milhares de africanos escravizados.

Leia abaixo a moção de apoio. Para mais informações sobre a disputa pelo prédio e para também declarar apoio à Ação, instituição responsável em ajudar o Brasil a sair do Mapa da Fome da ONU, visite http://ficaacao.acaodacidadania.org.br


MOÇÃO DE APOIO

O CONSEA-Rio vem acompanhando a luta e resistência da Ação da Cidadania em permanecer no Galpão da Cidadania, situado à Avenida Barão de Tefé nº 75, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, resistindo a um processo movido pela Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro em conjunto com o IPHAN, que agem pela saída da Ação da Cidadania do galpão, para instalação do Museu da Escravidão e Liberdade, e excluem a entidade do diálogo da ocupação do espaço, pretendendo passar sua gestão para outra organização.


Reconhecemos o esforço da ONG que durante 17 anos revitalizou e conservou o espaço que se encontrava em total abandono. Esta sede, que é referência para lideranças comunitárias de todo o estado, possui em seu histórico uma das mais valiosas lutas do povo brasileiro contra a fome e a miséria em nosso país.

Somos a favor e prestamos nosso apoio à permanência da Ação da Cidadania neste espaço.

Notícia publicada em 18.07.2017